terça-feira, 13 de novembro de 2007

Putz!

Eu podia muito bem falar mal do concurso 'Estilo Puc'. Podia muito bem dizer que é uma grande babaquice que chegou a causar furor no G1. Que professor ter liberado da aula pra assistir é um absurdo, que 'tie-dye futurista' é o meu cu, que a menina estar no nono período de um curso com oito diz alguma coisa sobre ela, que eu nunca vi tanto disparate em declarações etc&tal.

Mas aí eu estaria sendo preconceituoso, quiçá recalcado pelo fato de não ser a garota mais estilosa da PUC. Me espanta, entretanto, que o PUC pela Paz, evento talvez de interesse mais amplo porque não limitado ao âmbito do campus esteja sendo tão amplamente ignorado.

(Mas, novamente, quem sou eu, só um rapaz preconceituoso e recalcado.)

Ps. estou organizando uma caravana pra Oz; eu vou buscar o meu estilo, sugiro as senhoritas participantes de tão glorioso concurso que acompanhem. Ouvi falar de um espantalho que até conseguiu um cérebro.

3 comentários:

Marcio Nolasco disse...

Discordo! (sei lá, só pra criar polêmica)

Anônimo disse...

Discordo de maneira veemente. Ora, qual é o problema de fazer uma disputa como essa na universidade?
Que culpa se pode botar nos organizadores, participantes e entusiastas do evento se ele gera mais midia (espontanea, diga-se de passagem) que o PUC pela Paz? E aliás, por que diabos as meninas precisam ser burras em consequencia de seu estilo e beleza? Meu caro, um nada tem a ver com o outro. Sua feiura e descaso estilistico não se traduzem em inteligencia, como você deve imaginar.

Pedro H. Martins disse...

Uau! Cabul em chamas!!
Só digo uma coisa: o "Estilo PUC" é a cara da... PUC! Interpretem como quiserem...